Damas e Pajens, preciso mesmo tê-los?


Por mais que não pareça, essa é uma pergunta constante. É claro que não queremos "fazer menos" dos pequeninos, que dão graça para a cerimônia e representam a alegria, a pureza, a inocência e que uma nova vida se inicia com os mais puros sentimentos.

 

A questão é que existem vários motivos para um casal optar por não ter damas e pajens, que são eles: o casal pode não ter criançaas mais próximas na famí­lia ou filhos de amigos, o casal queira a cerimônia mais simples e prefira o noivo mesmo ter as alianças já no bolso ou até mesmo seguir o estilo americano, onde as alianças ficam no bolso do padrinho. Ah, tem a outra situação onde o animal de estimação entra e não pajens e damas. 


Enfim, ter ou não esse momento em seu casamento fica, como tudo neste dia, a seu critério. É algo muito usual, mas não obrigatário.


Na verdade, o cortejo de damas e pajens em casamentos teve origem na Idade Média, numa situação muito natural, quando as crianças vestiam suas melhores roupas para esperar a chegada da noiva na entrada da vila. Ao avistarem a carroça, colhiam flores, avisavam aos moradores sobre o iní­cio da cerimônia e corriam para a igreja. Na época, era costume crianças e convidados levarem os noivos ao altar.


Então, já decidiu se terão ou não os pequeninos em seu cortejo?





Sobre nós



Todo o projeto começou com o sonho de casar. Entrar na igreja de véu , grinalda, com vestido branco. Olhar para o altar e reconhecer o homem de sua vida.É a vontade de dividir momentos como esses com muitos outros casais que transformou Larissa Crivellari

Saiba mais »


Visite nosso Pinterest e conheça nossas inspirações

/larissacrivellari

@larissacrivellari

Larissa Crivellari - Assessoria e Produção de Eventos

(32) 9943-6822 | | contato@larissacrivellarieventos.com

Rua Ataliba de Barros, 182, 1001 - Juiz de Fora/MG